Avenida Indianópolis, 171 - Moema - São Paulo - SP - 04062-001

(11) 95899-1051

Avenida Indianópolis, 171 - Moema - São Paulo - SP - 04062-001

Notícias

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a endometriose afeta 176 milhões de mulheres no mundo todo. Só no Brasil, são cerca de 7 milhões de pessoas sofrendo com o problema.
Aproveitando que hoje é o Dia Internacional da Luta contra a Endometriose, vamos ressaltar esse assunto tão essencial?

Eu quero abordar um pouco com vocês o tratamento da doença, que inclui dois tipos: cirúrgico e clínico.
No primeiro, é possível remover, através da videolaparoscopia - por exemplo, o tecido endometrial que prejudica outros órgãos como região externa do útero, ovários, bexiga ou até mesmo intestinos. Dependendo da gravidade da Endometriose, a histerectomia também pode ser indicada.

Já o tratamento clínico inclui medicamentos como anti-inflamatórios e analgésicos para aliviar a dor pélvica decorrente da doença, e pode ser feito, ainda, um controle e bloqueio hormonal. Um dos objetivos é, sobretudo, a melhora da qualidade de vida da mulher. .
Lembrando que pacientes com endometriose devem manter um acompanhamento médico contínuo.

Os tratamentos não são curativos, eles têm como objetivo minimizar a dor, reduzir as lesões endometriais e promover as chances de gravidez, quando há infertilidade como consequência do problema. Nesse caso, inclusive, a FIV é uma das melhores técnicas para quem deseja engravidar, especialmente se o quadro envolve um grau mais elevado da doença.
« Voltar