(11) 5555-9191

(11) 95899-1051

Rua Groenlândia, 508 - Jardim América - São Paulo - SP - 01434-000

Notícias

Primeiro, vamos entender o que é Trombofilia: é uma doença que favorece o desenvolvimento de trombose, ou seja, o corpo de quem sofre com o problema tem tendência a formar coágulos de sangue (chamados também de trombos). Isso significa que, nesse quadro, ⚠ há um maior risco de desenvolver Trombose Venosa, AVC ou mesmo Embolia Pulmonar.

Durante a gravidez pode ser recomendado, inclusive, em casos específicos - levando em conta o histórico familiar da gestante e a ocorrência anterior de abortos de repetição, investigar (via teste sanguíneo) trombofilias hereditárias. O objetivo é justamente prevenir, por exemplo, parto prematuro, deslocamento da placenta, e pré-eclâmpsia, que estão entre os perigos que a enfermidade pode ocasionar.

Agora, falando um pouco de fertilidade, a trombofilia também pode afetar a concepção. Isso porque a formação desses coágulos sanguíneos compromete a fixação do embrião no útero e pode, ainda, interromper o fornecimento de sangue para a placenta, provocando o aborto.⠀
Algumas vezes, é indicado antes mesmo de tentar engravidar, fazer exames iniciais para detectar a doença.

E há tratamento, que inclui a administração de medicamentos anticoagulantes.
Até mesmo se a tentante vai passar por uma FIV, é possível desde a estimulação ovariana fazer o uso desses remédios evitando, assim, complicações.
« Voltar