Avenida Indianópolis, 171 - Moema - São Paulo - SP - 04062-001

(11) 95899-1051

Avenida Indianópolis, 171 - Moema - São Paulo - SP - 04062-001

Notícias

O congelamento de óvulos é uma técnica muito importante para planejar a maternidade e preservar a fertilidade.
Com esse procedimento, é possível promover a conservação da qualidade dos seus óvulos por vários anos, aumentando assim as taxas de sucesso de uma gravidez futura. Aí surgem algumas perguntas comuns:

Quando o congelamento de óvulos é indicado?

➡ Para mulheres de até 40 anos (o quanto antes melhor), com ou sem parceiro, que desejem engravidar mais tarde;
➡ Se o casal por meio da fertilização in vitro teve como resultado óvulos em excesso durante o tratamento;
➡ Para a mulher que possui histórico familiar de menopausa precoce (a ovulação pode parar antes dos 30 anos);
➡ Antes de se submeter a tratamentos como quimioterapia ou radioterapia (se for o parceiro o paciente quimioterápico, ele também pode congelar o sêmen; é possível ainda congelar o óvulo já fecundado).



Quantos óvulos devo congelar?

➡ Nesse caso, vai depender da faixa etária da mulher, por isso a quantidade necessária pode variar de 10 a 20 óvulos. Lembrando que a possibilidade de gravidez relacionada a óvulos congelados está ligada à idade da mulher no momento do congelamento, e não na idade em que haverá implantação e possível gestação.

Há um tempo máximo para o congelamento de óvulos?

➡Normalmente os óvulos ficam congelados por até 10 anos.
Vale ressaltar também que, para implantação dos óvulos fecundados, a idade limite é de 50 anos de idade.

Como ele é feito?

➡ É feito primeiramente um preparo com exames importantes;
➡ Posteriormente, a estimulação ovariana entra em cena;
➡ Depois, é realizada a coleta dos folículos dos ovários (onde estão os óvulos), que acontece em um centro cirúrgico, com sedação;
➡ Após os folículos serem coletados da mulher, os óvulos são retirados de dentro deles após duas horas, quando já sofreram o que chamamos de “maturação”;
➡ Desse modo, os óvulos maduros e mais qualificados são mergulhados em uma substância especial e protetora que combate a formação de cristais (fator que os danificaria);
➡ Em seguida, são armazenados em nitrogênio líquido, onde ocorre o congelamento.
« Voltar